in

Independente aos 13? Forma como Jade Picon enriqueceu tão cedo vem à tona

A eliminada do paredão da última terça-feira começou sua vida profissional ainda muito jovem.

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Eliminada na noite da última terça-feira (08/03) com 84,93% dos votos, a influencer Jade Picon ganhou uma grande rejeição das pessoas que acompanham a vigésima segunda edição do Big Brother Brasil. Algumas atitudes da sister não caíram no gosto popular, como ter ostentado no último Jogo da Discórdia que conquistou sua independência financeira aos 13 anos.

Publicidade

Mas afinal, como Jade ganhou tanto dinheiro assim tão cedo? Aos 20 anos, a influencer já é milionária e uma simples publicidade sua nas redes sociais é vendida por R$ 250 mil. Recentemente, a ex-sister deu até aulas de educação financeira para os seus seguidores no YouTube.

Jade começou sua vida profissional muito cedo, com apenas alguns meses de vida. Trabalhando como modelo infantil, ela estrelou algumas campanhas publicitárias em comerciais de TV tendo a sua primeira experiência ainda em um carrinho de neném.

Publicidade

Todo o dinheiro que Jade ganhava nesse período foi guardado pelos pais em uma conta bancária. Os anos se passaram e quem primeiro alcançou sucesso na internet foi o irmão de Jade, conhecido como Leo Picon. Na época, Leo começou a fazer sucesso com seus vídeos ainda no Orkut, e Jade aparecia em alguns deles.

Publicidade

As coisas começaram a mudar de patamar quando Jade aproveitou que já estava conhecida por conta dos vídeos do irmão e fez um perfil no Instagram, enquanto a rede social ainda engatinhava. Ela tinha de 11 para 12 anos quando começou a conquistar o seu próprio público, postando sua rotina de cuidados com o corpo e beleza. Hoje, a influenciadora acumula mais de 14 milhões de seguidores no Instagram, que é de onde vem a maior parte de sua fortuna. Ela também é dona de uma marca de roupas.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com