in

Médica explica como substância usada por Paulinha Abelha pode ter colapsado fígado da cantora

Vocalista da banda Calcinha Preta faleceu aos 43 anos, após 12 dias internada em Aracaju.

Reprodução Globo

A morte da cantora Paulinha Abelha, de 43 anos, foi causada por problemas renais, hepáticos e neurológicos. O que não sem tem certeza ainda é qual foi a causa inicial do problema, que levou a cantora à morte precoce. Paulinha faleceu no dia 23 de fevereiro.

Publicidade

O Domingo Espetacular, da Record TV, mostrou o receituário com 16 substâncias passado à Paulinha pela nutróloga que a atendia. Entre os medicamentos está o Morosil. A toxicologista Paula Carpes explicou que o medicamento pode ter atuado como uma bomba no organismo da vocalista da banda Calcinha Preta. 

“Componentes do Morosil inibem as enzimas do fígado. Então eles inibem o fígado de exercer a sua função”, afirmou a médica. O problema é que o fígado alta demanda para processar, devido aos outros medicamentos consumidos por Paulinha.

Publicidade

A ampla associação medicamentosa, nas palavras usadas pela médica, podem ter levado o fígado de Paulinha Abelha à falência. A cantora de 43 anos ficou 12 dias internada em dois hospitais de Aracaju, capital do Sergipe, onde morava com o marido, Clevinho Santos, e o pai, Gilson Abelha, que tem Alzheimer e ainda não sabe da morte da filha.

Publicidade

Paulinha começou a sentir mal ainda em São Paulo, onde teve tontura, enjoos e vômitos. Ela estava em turnê com a banda Calcinha Preta. Ao retornar para Aracaju, foi ao médico, precisou ficar internada e seu quadro de saúde se agravou bastante em questão de dias. Paulinha foi para a UTI, respirava com a ajuda de aparelhos e estava em coma. O falecimento, no dia 23 de fevereiro, deixou muita gente abalada.

Publicidade

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!