in

Adriane Galisteu se desculpa por usar termo racista ao falar sobre amamentação: ‘Perdoe pela minha ignorância’

A apresentadora se desculpou com todos que se sentindo ofendidos por ela usar o termo “ama de leite” ao falar sobre amamentação.

Reprodução/Instagram/galisteuoficial

A apresentadora Adriane Galisteu usou as redes sociais para pedir desculpas aos fãs após ter usado um termo racista durante uma conversa com a atriz Nanda Costa. Na ocasião, Galisteu usou a expressão “ama de leite”, que remete à época de escravidão.

Publicidade

Na última segunda-feira, 28, por meio dos Stories do Instagram, a apresentadora disse que estava passando na rede social para pedir desculpas por “um termo errado, inadequado” que ela usou enquanto falava sobre amamentação em uma publicação de Nanda Costa. Em seguida, Adriane Galisteu pediu desculpas a todos que tenham se sentido magoados com o termo usado por ela. “Me perdoe pela minha ignorância”, pediu.

Em uma publicação, a apresentadora estava interagindo com Nanda Costa quando afirmou que no momento da amamentação “tinha ama de leite” ajudando.

Publicidade

Agora, ao pedir desculpas pelo ocorrido, a apresentadora destacou que não vai vestir o “terno de preconceituosa”. “Não cabe em mim”, ressaltou a artista, que ainda destacou que dois ternos não vestem nela: “o de racista e preconceituosa”.

Publicidade

Vale lembrar que Nanda Costa deu à luz as gêmeas Kim e Tiê no ano passado. As meninas são fruto do casamento da atriz com Lan Lanh. As duas revelaram a gravidez ao público em uma reportagem no Fantástico em junho do ano passado e, na época, contaram que o processo de engravidar foi longo. A gestação de Kim e Tiê foi fruto de uma fertilização in vitro. A atriz Nanda Costa congelou óvulos em 2020 e apenas em outubro do ano passado as pequenas vieram ao mundo.

Publicidade
Publicidade