in

Fotos: com raríssima síndrome, ‘Bebê Platinado’ não dá bola aos preconceituosos e vira modelo de sucesso

A criança possui uma rara condição que altera a pigmentação de seus olhos, pele e cabelos.

Instagram Ryan Lucca/Extra/Divulgação

O pequeno Ryan Lucca, que está com seis anos de idade, iniciou a carreira como modelo muito cedo. Tudo começou quando a criança tinha apenas seis meses de vida e teve uma foto publicada nas redes sociais por sua mãe, Jéssica Costa, de 29 anos. Não demorou muito para que os convites começassem a aparecer, de empresas interessadas em tê-lo como garoto propaganda.

Publicidade

Ryan possui diagnóstico de Síndrome de Waardenburg. Trata-se de uma doença relacionada à pigmentação, com mudanças na coloração da pele e dos olhos. Além disso, uma parcela considerável das pessoas que têm essa síndrome sofrem de problemas relacionados com a audição.

Por conta da coloração de sua pele e cabelos, Ryan passou a ser carinhosamente chamado de “bebê platinado”, sendo, inclusive, o nome de seu perfil nas redes sociais, onde é um enorme sucesso entre os internautas.

Publicidade

“Descobrirmos a síndrome quando ele tinha três meses por um dermatologista. A perda de audição faz parte da síndrome. Fiquei preocupada no início porque sabia que provavelmente ele iria precisar operar, mas fui me tranquilizando graças ao auxílio dos médicos e fonos”, conta a mãe da criança.

Publicidade

Quando pequeno, Ryan passou por um implante coclear com o intuito de melhorar a sua capacidade de audição. Outra característica rara no garoto é a heterocromia, condição na qual os olhos apresentam cores distintas, sendo um azul e o outro castanho no caso do garoto.

Publicidade

Rapidamente a criança começou a se soltar diante das lentes das câmeras e já é praticamente um modelo profissional. Com muito carisma, se dá muito bem diante dos flashs, deixando os papais corujas repletos de orgulho.

Um dos grandes temores de Jéssica seria com a entrada do filho à escola, tendo em vista a possibilidade de Ryan sofrer bullying por conta de suas particularidades. Todavia, o trabalho como modelo é fundamental para construir a autoestima do rapazinho, que ama todas as suas manchinhas espalhadas pelo corpo. “Eu ensino muito o Ryan a se amar e ter orgulho de cada detalhe do corpo dele. Eu costumo beijar todas as manchinhas dele”, completa a mãe.

Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com