in

Como está marido após óbito de Paulinha é de partir o coração; relato mostra que coração está ‘sangrando de dor’

Nas redes sociais, Clevinho Santos disse que está sofrendo muito e que ainda está processando a perda da amada.

DIVULGAÇÃO/ REVISTA QUEM | DIVULGAÇÃO/ PORTAL CEARABELHA

Na tarde deste sábado (26/02), Clevinho Santos se pronunciou após a morte precoce de sua esposa, a cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta. Em uma publicação feita nas redes sociais, o dançarino desabafou sobre a perda da cantora e disse que está sofrendo muito. “Eu nunca imaginei passar por uma dor tão grande assim!”, disse Clevinho.

Publicidade

A irmã da cantora, Andréa Abelha, também utilizou o Instagram para falar pela primeira vez sobre a perda de sua irmã querida. Em um texto postado na rede social, Andréa disse que não está de luto, pois, para ela, sua irmã sempre estará viva em seu coração e na sua memória. Ela ainda disse que Paulinha era uma pessoa muito simpática, feliz e alegre e que agora brilhará no céu, junto ao divino. “Você agora, irmã, vai brilhar lá no céu. Um dia nos veremos. Amor eterno”, disse Andréa.

A artista foi sepultada na tarde da última sexta-feira (25/02) em Simão Dias, no estado de Sergipe. Paulinha teve dois velórios abertos para os fãs, amigos e familiares se despedirem e prestarem as últimas homenagens. O primeiro velório aconteceu na quinta-feira (24/02), em Aracaju, no Ginásio Constâncio Vieira. O segundo foi realizado em sua cidade natal, Simão Dias, no Ginásio de Esportes José Maria.

Publicidade

Na sexta-feira (25/02), por volta das 15h, o corpo da cantora foi levado para o Cemitério São João Batista por um cortejo. Paulinha também ganhou uma última homenagem em frente à igreja matriz da cidade, antes de ser levada para o cemitério local. O sepultamento da artista foi restrito apenas aos amigos e a família.

Publicidade

Um amigo próximo da cantora contou com exclusividade para a Revista Quem que os integrantes da banda Calcinha Preta fizeram uma homenagem para a amiga de longa data, antes dela ser enterrada. Um fã da cantora que mora em Simão Dias também prestou uma última homenagem e fez uma pintura na fachada de sua casa para Paulinha dizendo: “Chegou a hora! A hora não é minha, não é sua! A hora é dele, confie nele, descanse nele! (Paulinha Abelha)”

Publicidade

A artista foi internada no dia 11 de fevereiro dando indícios de problemas renais. Depois de 12 dias, Paulinha teve diversas complicações em seu quadro clínico e acabou não resistindo.

Publicidade