in

Ex-galã da Globo é encontrado sem vida em estado avançado de decomposição após vizinhos sentirem mau cheiro

Familiares do artista chegaram neste sábado pela manhã para dar prosseguimento ao funeral do ator.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator José Carlos Sanches, de 67 anos, foi achado sem vida na última sexta-feira (25/02) no apartamento em que residia sozinho, no bairro nobre de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O artista só foi encontrado após os vizinhos notarem um forte cheiro de putrefação vindo de seu apartamento. A polícia foi acionada por esses vizinhos e encontrou o corpo do ator ao lado de sua carteira da OAB, o que o identificou inicialmente. O ator também passou por papiloscopia, feito a partir de suas digitais, tanto das mãos quanto dos pés.

Publicidade

O corpo do artista foi encontrado em estado avançado de decomposição e, conforme a Polícia Civil do Rio de Janeiro, ele deve ter falecido a cerca de quatro dias.

Em suas redes sociais é possível ver o último post do ator, feito há cinco dias, o que pode confirmar a versão da polícia. O ator era muito ativo em suas redes, sempre postando fotos de paisagem e frases de motivação.

Publicidade

De princípio, José Carlos Sanches correu o risco de ser enterrado como indigente, pois nenhum familiar do ator foi encontrado até a noite de ontem para dar prosseguimento ao seu funeral. No entanto, isso mudou nesse sábado de manhã, quando parentes do artista compareceram ao IML.

Publicidade

A 12ª DP (Copacabana)  está investigando a causa da morte do ator, com o corpo da vítima já no IML e agentes levantando informações para esclarecer os fatos.

Publicidade

O último trabalho de Sanches na TV Globo foi em 2010, no seriado “Afinal, o Que Querem as Mulheres?”. Na emissora, o ator foi um grande galã dos anos 80 e emplacou sucessos como “Água Viva”, “Tititi” e “Que Rei Sou Eu?”.

Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com