in

Selaram a paz? Anitta e Simaria posam juntas após 5 anos e antiga treta volta à tona: ‘Eu detesto’

As duas cantoras se desentenderam em 2017 e nunca mais tinham sido vistas juntas, até a última madrugada.

Reprodução/TV Globo

Uma treta da música brasileira que já dura cinco anos pode ter tido um ponto final na madrugada desta sexta-feira (25/02) nos Estados Unidos. As cantoras Anitta e Simaria, que faz dupla sertaneja com a sua irmã Simone, posaram juntas para uma foto em Miami, nos bastidores do Prêmio Lo Nuestro, que é totalmente voltado para o público latino e teve Anitta como uma de suas atrações.

Publicidade

A foto surpreendeu os fãs das duas cantoras, já que as duas não tinham contato algum após uma briga que se tornou pública há cinco anos. As duas posaram juntinhas, coladinhas e não aparentaram guardar nenhum rancor uma da outra durante o evento.

Quem compartilhou o clique das duas foi o empresário Rodrigo Branco, que é amigo de ambas as cantoras. “Se é para conectar pessoas, faço isso com muito amor”, legendou o empresário em sua postagem no Instagram, mostrando também o look espetacular das duas musas da música brasileira. 

Publicidade

A treta entre as duas cantoras se iniciou em um projeto juntas para o Multishow. Anitta gravou com a dupla Simone e Simaria a música Loka. Simaria e Anitta se distanciaram já durante a gravação do clipe e se desentenderam de vez após divergências na divulgação da música, se mantendo afastadas desde 2017.

Publicidade

Já em 2020, um áudio de Anitta foi vazado expondo alguns detalhes da briga que tinha acontecido três anos antes. “Eu detesto fazer a falsa, odeio“, iniciou a cantora em seu áudio polêmico, que concluiu: “Só que o Multishow tinha me pedido pra fazer o lance da ‘Loka’ antes de eu saber dessas coisas, dela falar mal de mim“, disse Anitta, afirmando que já tinha dado a sua palavra para emissora e não tinha como voltar atrás.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com