in

BBB22: mãe de Maria lamenta expulsão da filha e nega agressão: ‘Ela falou que foi agressiva, mas foi impulsiva’

Maria foi expulsa do Big Brother após agredir Natália com um balde durante o jogo da discórdia.

Revista Quem/ Divulgação| Portal DCI/ Divulgação

Na tarde desta terça-feira (15/02), Maria foi expulsa do Big Brother por agredir Natália durante o Jogo da Discórdia. Após o programa ao vivo de segunda-feira (14/02), os internautas começaram a criticar a atitude da sister e pediram a expulsão da cantora da competição.

Publicidade

A dinâmica do jogo da discórdia dessa semana envolveu plaquinhas com adjetivos, discussões e baldes de água suja. A cantora acabou dando um banho na design de unhas, porém, Maria estava um pouco exaltada devido à discussão e acabou batendo o balde na cabeça de Natália.

Durante a exibição do reality ao vivo, a atriz pediu desculpas pelo ocorrido a Natália, disse que o balde escorregou de sua mão e que a atitude não foi proposital. Após a repercussão do vídeo da cantora despejando a água na design de unhas e as inúmeras críticas do público, a produção resolveu optar pela eliminação da sister.

Publicidade

Na manhã desta terça-feira (15/02), Maria foi chamada para ir até o confessionário onde foi avisada que infringido uma das regras do programa e, por conta disso, teria que deixar a casa. Logo depois, Boninho avisou aos outros participantes sobre a decisão tomada pela produção.

Publicidade

No comunicado, o Big Boss ainda pediu que os brothers recolhessem os pertences da atriz e colocassem tudo na despensa da casa. “Maria foi desclassificada e acaba de deixar o BBB. O paredão está mantido. Peguem as coisas da Maria e coloquem na despensa”, disse o diretor do BBB.

Publicidade

Em uma entrevista exclusiva para a Revista Quem, a mãe da atriz, Alba Michele, lamentou a expulsão da filha e até chorou durante o desabafo. “Vou dar colo e acolhimento agora”, disse, chorando.

Em suas redes sociais, a mãe da artista disse que Maria sempre foi uma boa filha que nunca apresentou esse comportamento agressivo antes. “A palavra que a Vitória deveria falar é impulsividade. Ela falou que foi agressiva, mas, na verdade, foi impulsiva”, defendeu.

Publicidade