in

Mario Frias insinua que Paulo Gustavo não faleceu de Covid-19

O profissional, que faz parte do governo Bolsonaro, esteve com o filho do presidente nesta segunda.

Os Guedes/O Tempo/Montagem

Em maio do ano passado, o público brasileiro teve que lidar com a triste perda do ator Paulo Gustavo, um dos grandes nomes do cinema nacional e dos palcos. O artista havia sido internado após ser diagnosticado com o coronavírus e passou vários dias recebendo atendimento médico por conta do problema, mas infelizmente não conseguiu resistir às complicações.

Publicidade

Apesar de a causa da morte de Paulo Gustavo ter sido anunciada como Covid-19, nesta segunda-feira (14/02), o secretário especial de Cultura e ex-ator Mario Frias insinuou que o verdadeiro motivo do falecimento do famoso, de 42 anos, teria sido outro.

Em uma entrevista para um canal do YouTube, Mario disse que entrou em contato com uma pessoa muito próxima a Paulo quando o artista ainda estava na Unidade de Terapia Intensiva e a amiga do famoso teria dito que ele não estava mais com Covid-19 há muito tempo.

Publicidade

Mario ainda disse que Bolsonaro ligou para os parentes de Paulo avisando que estaria à disposição caso fosse necessário. O canal para o qual Mario deu entrevista é do deputado federal Eduardo Bolsonaro e a transmissão contou com a presença de André Porciuncula, encarregado da Rouanet.

Publicidade

Os políticos entraram em um debate falando sobre a Lei Paulo Gustavo, que autoriza a liberação de cerca de R$ 3,8 bilhões destinados para a área cultural, como intenção de amenizar a paralisação de setor causada pela pandemia. O projeto recebeu aprovação no ano passado no Senado e vai para votação na Câmara dos Deputados na próxima terça-feira (15/02).

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.