in

Raul Gazolla desabafa sobre assassinato de Daniella Perez: ‘Não sou evoluído a ponto de perdoar’

A atriz foi brutalmente assassinada com 18 tesouradas nas costas; o crime está completando 30 anos este ano.

Foto: Reprodução/ Revista Quem

Nesta semana, o ator Raul Gazolla concedeu uma entrevista para o canal Connect Cast. Durante a conversa, o ator relembrou a morte da atriz Daniella Perez, sua esposa. Segundo o artista, até hoje ele não conseguiu superar a morte traumática da atriz.

Publicidade

Na entrevista, Raul disse que esse ano irá completar 30 anos do falecimento da artista. Ele disse que mesmo com o passar dos anos, ele não superou a perda da amada e que apenas aprendeu a conviver com a dor e com a saudade. “A gente supera uma morte por acidente, uma morte por doença, a gente suporta uma morte de um ente querido… mas quando é assassinato… eu posso conviver com isso, mas superar é outra coisa”, disse o ator.

Na ocasião, ele concordou com as falas de sua sogra, a escritora Gloria Perez, e afirmou que nunca conseguiu perdoar o assassino. Raul disse que não é um homem espiritualmente evoluído a ponto de perdoar uma atrocidade, como foi o caso de sua esposa. O ator ainda disse que ficou muito frustrado porque os assassinos de Daniella – Guilherme de Pádua e Paula Thomaz – ficaram pouco tempo presos e rapidamente cumpriram suas penas e foram soltos.

Publicidade

Raul aproveitou o momento para desmentir a versão de Guilherme, que disse que a atriz tinha tido um caso com ele. Na época que aconteceu o crime, o assassino disse que teve um caso com Daniella e que o crime havia sido passional. No entanto, após as investigações foi provado que a atriz nunca se envolveu com o homem que a matou. “Isso nunca foi verdade”, esclareceu Raul.

Publicidade

No bate-papo, o ator revelou que ano passado gravou um documentário para uma plataforma de streaming falando sobre o assassinato de sua esposa. Segundo o artista, a série criticou o fato de os assassinos estarem soltos vivendo uma vida normal. O viúvo também disse que vários policiais, testemunhas e advogados foram entrevistados para compor a história abordada no documentário.

Publicidade

O ator também criticou Paula Thomaz por ter refeito sua vida e até trocado de nome. Segundo o artista, ela se formou em Direito na faculdade em que Daniella havia se formado, no Rio de Janeiro. A mulher também colocou sua filha de 5 anos para fazer curso de teatro na Globo e dança na academia de Carlinhos Jesus, fazendo a filha seguir os passos de Daniella.

Ele também falou sobre a recente condenação em que Guilherme e Paula foram submetidos a pagar uma indenização de R$480 mil para Glória Perez. Apesar disso, Raul disse que não há dinheiro no mundo que pague pela vida de Daniella. “Não existe dinheiro que pague uma lágrima que a Gloria e eu passamos”, lamentou Raul.

Publicidade