in

‘Não quero ficar viajando em avião bimotor’, teria dito Marília Mendonça ao decidir comprar jatinho um dia antes de falecer

Wander Oliveira diz que a sertaneja decidiu comprar jatinho porque não queria mais viajar em avião bimotor.

Divulgação/Hugo Gloss

Wander Oliveira, empresário da cantora Marília Mendonça, conversou com a revista Piauí e acabou surpreendendo ao revelar uma decisão tomada pela sertaneja apenas um dia antes do acidente de avião que acabou tirando sua vida.

Publicidade

Oliveira afirmou que, visando mais conforto, a rainha da sofrência havia decidido adquirir um jatinho, já que não queria mais andar de bimotor.

Ele relembrou que a cantora lhe informou que estava decidido e, inclusive, que ele poderia procurar um jatinho para ela e sua equipe. “Não quero mais ficar viajando aí em avião bimotor”, teria dito Marília Mendonça.

Publicidade

Mendonça perdeu a vida em um acidente de avião bimotor em novembro do ano passado. A aeronave da cantora de 26 anos caiu enquanto ela seguia para um show em Caratinga, no interior de Minas Gerais. Ela deixou um filho, Leo, de 1 ano, fruto do seu relacionamento com o também cantor Murilo Huff.

Publicidade

Dias depois da morte da cantora, Wander Oliveira bateu um papo com o colunista Leo Dias, do Metrópoles, e, na ocasião, confirmou que a sertaneja deixou vários conteúdos inéditos gravados antes do trágico acidente. Ele ainda afirmou que o seu desejo é trazer todas essas obras inéditas ao público, contudo, ressalta que tudo iria depender da vontade dos familiares de Marília.

Publicidade

Wander disse que teria que falar com a Dona Ruth, mãe da cantora, e com o Murilo Huff, ex-namorado e pai do filho da sertaneja, já que os dois seriam as pessoas mais ligadas com a cantora.

Recentemente, o cantor Lucas Lucco lançou uma canção inédita em parceria com Marília, nomeada Amada Nada.

Publicidade