in

Justiça não perdoa e dá notícia ruim a Eduardo Costa, aos 43 anos

Artista está sendo acusado de estelionato e virou réu no caso movido pelo Ministério Público.

Reprodução/Instagram

Nesta quinta-feira (03/02), o cantor Eduardo Costa foi considerado réu em um processo movido contra ele por estelionato. A denúncia foi impretada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). A informação foi confirmada ao G1 pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Publicidade

A denúncia do MPMG contra Eduardo Costa trata-se de uma reclamação pela negociação de um imóvel na cidade de Capitólio, no sul do Estado. De acordo com a instituição, o sertanejo e seu sócio, Gustavo Caetano Silva, omitiram informações quanto ao terreno. O local que havia sido colocado à venda herdaria dívidas de ações judiciais. Assim, ambos incorreriam em “vantagem ilícia”.

Eduardo Costa pode ser preso por estelionato em caso envolvendo venda de imóvel

Coube ao juiz José Xavier Magalhães Brandão esclarecer sobre o processo movido contra Eduardo Costa e seu sócio. De acordo com o magistrado, a denúncia já foi recebida nos termos do artigo 395 do Código de Processo Penal Brasileiro.

Publicidade

Os acusados no processo deverão ser citados para poderem prestar depoimento a respeito do caso envolvendo o imóvel que estava à venda. As investigações sobre o bem começaram em 2017. A negociação envolvia a troca do imóvel por uma casa, na região da Pampulha em Belo Horizonte. 

Publicidade

Entretanto, o valor do imóvel na capital mineira valia R$ 9 milhões e o de Capitólio apenas de R$ 6,5 milhões a R$ 7 milhões. O caso segue sendo investigado, mas Eduardo Costa não respondeu à TV Globo sobre o caso, que diz ter entrado em contato com ele. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.