in

Deputada bolsonarista age contra a Globo e pede resultado de testes de Covid dos participantes do BBB22

Fortes rumores surgiram nas redes sociais a respeito de uma possível contaminação dentro da casa.

GLOBO - ARQUIVO PESSOAL

A vigésima segunda edição do Big Brother Brasil está sendo vigiada de perto não só pela competição em que um participante levará a quantia de R$ 1,5 milhão para casa. Os fortes rumores de que alguns “brothers” foram contaminados com a Covid-19 estão circulando nas redes sociais e até a deputada federal Carla Zambelli pediu transparência por parte da TV Globo.

Publicidade

A bolsonarista, que é filiada ao PSL de São Paulo, cobrou a emissora publicamente e pediu na Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro para que os confinados na casa do BBB 22 sejam testados contra Covid-19 e que os resultados sejam divulgados para o público.

Os rumores a respeito de uma possível contaminação dos participantes do reality começaram após Luciano Estevan ser eliminado do programa e ser diagnosticado com a Covid-19 dois dias depois. Segundo a deputada, o brother só pode ter sido contaminado dentro da casa do BBB.

Publicidade

Outro fato que aumentou os rumores na última semana foi o de que o participante Vinicius Fernandes, mais conhecido como Vyni, apresentou uma tosse contínua que só pode ser vista por quem acompanha o reality na transmissão 24 horas, pois as cenas do brother tossindo não entraram da edição diária da TV aberta.

Publicidade

Depois de Vyni, seu amigo Eliezer passou a apresentar os mesmos sintomas o que acabou reforçando os rumores fora da casa. Eliezer chegou até a se deitar na sala em uma das noites para não atrapalhar os seus amigos dormirem por conta de sua tosse.

Publicidade

A TV Globo ainda não se manifestou sobre o pedido de Carla Zambelli e nem a respeito dos rumores nas redes sociais.

Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com