in

Retinoblastoma: o que é, sintomas, diagnóstico e tratamento da doença que acometeu bebê de Tiago Leifert

Tiago Leifert e a esposa compartilharam um vídeo sobre a situação da filha que está com câncer.

Reprodução Mayoclinic/Instagram Tiago Leifert/Montagem Shyrlene Souza

O ex-apresentador do Big Brother Brasil Tiago Leifert e a esposa Daiana Barbin anunciaram que a filha Lua está com câncer. O comunicado foi feito pelo casal que explicou com detalhes a situação e aproveitou para fazer um alerta aos pais sobre a doença. O vídeo foi compartilhado nas redes sociais neste último sábado, 29 de janeiro.

Publicidade

A filha de Tiago Leifert, a pequena Lua, está lutando contra um retinoblastoma, um câncer raro que acomete os olhos. “É um câncer que acontece nas células da retina. No caso da nossa filha, é bilateral. É muito difícil descobrir esse câncer e é por isso que estamos gravando esse vídeo”, desabafou Garbin.

O retinoblastoma é um tumor maligno raro. Por isso, é importante estar atento aos sinais da doença. De acordo com o Inca – Instituto Nacional de Câncer, o retinoblastoma é um câncer originário das células da retina, que é parte dos olhos responsável pela visão. A doença pode afetar um ou os dois olhos. No geral, o câncer costuma acometer crianças antes dos cinco anos.

Publicidade

Publicidade

Sintomas do retinoblastoma

O sintoma principal da doença é o reflexo brilhante no olho doente. O brilho é semelhante ao brilho apresentado aos olhos de um gato quanto são iluminados durante a noite. Os pequenos também podem apresentar inchaço e dor nos olhos, perder a visão ou ficar estrábicas. O tumor aparece em flashes de fotos.

Publicidade

Diagnóstico

O exame é feito pelo oftalmologista que verifica o fundo do olho com pupila dilatada do paciente. Conforme o Inca, nesse tipo de caso não dever ser realizado uma biopsia. Além disso, os pacientes diagnosticados com o tumor precisam passar por um estudo de aconselhamento genético para poder identificar casos hereditários da enfermidade. Caso haja pessoas na família que tiveram esse tipo de câncer, é necessário que a criança tenha um acompanhamento especializado desde o nascimento e nos primeiros anos de vida.

O que pode provocar o retinoblastoma

Pode ser considerada falta de sorte, caso quando ocorre ocasionalmente devido uma transformação aleatória. No entanto, um terço dos casos acontece por causa de predisposição genética, sendo uma alteração do DNA que eleva a chance desse tipo de tumor maligno.

Tratamento

Quando o tumor é menor o tratamento pode se feito de forma especial, sem prejuízos para a visão da criança. Contudo, em casos mais avançados da doença é preciso fazer a retirada do olho, além da quimioterapia e radioterapia.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.