in

Faleceu de frio, aos 84 anos, querido artista; ele ficou nove horas em uma praça e ninguém ajudou

Artista perdeu a vida após passar nove horas exposto ao frio extremo. Ninguém apareceu para ajudar.

Dreamstime / Reprodução

Morreu, aos 85 anos de idade, um querido fotógrafo suíço especialista em flamenco. O falecimento aconteceu no último dia 19 de janeiro, uma quarta-feira, mas só foi reportado para imprensa na quinta-feira, 27 de janeiro em uma reportagem do jornal espanhol El País. O artista ficou nas ruas da cidade de Paris por nove horas, exposto ao frio extremo, e acabou não suportando as consequências. A causa da morte de René Robert foi hipotermia.

Publicidade

De acordo com informações trazidas pelo jornal, René Robert desmaiou e caiu em uma rua da capital francesa e não foi socorrido por nenhuma pessoa que passava por lá. Robert ficou famoso mundialmente por fotografar músicos e dançarinos de flamenco na Europa, especialmente na Espanha. De vasto conhecimento, René Robert também atuou nos ramos da publicidade e da moda.

Morre René Robert de hipotermia, aos 84 anos

Atualmente, René Robert morava em Paris. Na ocasião de sua morte, ele estava caminhando na região da Praça da República. Ao passar mal e cair, foi ignorado pela multidão que visita o local. Ninguém imaginava que se tratava de René ou de uma pessoa passando mal, com risco de morte.

Publicidade

Idoso, René foi encontrado por um morador de rua, que circula pela região da Praça da República. Bombeiros apareceram somente na manhã seguinte, porém o artista já havia falecido no local. 

Publicidade

No jornal El País, um dos amigos de René Robert lamentou profundamente o ocorrido. Nas palavras de Michel Mompontet, René morreu nas ruas por causa da indiferença das pessoas que ali passavam. Na entrevista, ele declarou que espera que as pessoas aprendam algo com a morte de René Robert.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.