in

Bruna Surfistinha emociona ao relatar parto para salvar uma das filhas gêmeas: ‘Não conseguia chorar’

Em sua autobiografia, ela disse que o parto emergencial foi necessário para salvar a vida de Elis.

Reprodução/Instagram/@bsurfistinhaoficial

Rachel Pacheco, que se tornou conhecida no país inteiro como Bruna Surfistinha, usou as redes sociais para abrir o coração ao relatar o parto emergencial das filhas gêmeas. Ela é mãe das pequenas Maria e Elis, de 4 meses.

Publicidade

De acordo com informações divulgadas pelo jornal Extra, a eterna Bruna Surfistinha relata o drama na sua autobiografia. Em um dos capítulos, denominado Nasce Uma Mãe, Rachel contou que o parto de emergência foi necessário para salvar a vida de Elis.

Pacheco, que é escritora, DJ, roteirista e empresária, disse que Elis precisou ficar internada na UTI neonatal por duas semanas, até que atingisse 2 quilos. Rachel contou que quando visitava a recém-nascida no hospital se sentia angustiada, mesmo assim, “não conseguia chorar”. Segundo a DJ, a pequena sempre lhe transmitiu calma e força inexplicáveis.

Publicidade

Rachel Pacheco diz que a maternidade lhe trouxe momentos de choros sem motivos, mas o que mais se destacou foram os sorrisos. Alguns dias, a esposa do ator Xico Santos chegava a perguntar se estava sonhando.

Publicidade

No livro, a escritora destaca que a chegada das gêmeas serviu como respostas para perguntas íntimas que ela fez e buscou. E mais, Pacheco diz ainda que muitos duvidaram que ela merecia ser mãe nesta vida, mas como resposta a esses críticos “veio uma gestação gemelar”.

Publicidade

No último capítulo de sua autobiografia, Rachel, que é ex-prostituta, afirmou que a vida é feita de escolhas e recomeços. Ela diz já ter feito escolhas erradas no passado, mas também fez “outras tantas certas”.

Publicidade