in

Robinho, agora oficialmente condenado, atacou a Globo e defendeu Bolsonaro em 2020

Jogador de futebol havia acusado a emissora em 2020, quando noticiaram a acusação de assédio; nesta quarta-feira (19), ele foi condenado.

Santos TV / Globo

O atacante Robinho, de 37 anos, foi condenado a nove anos de prisão na Itália. A última instância da justiça italiana condenou o jogador pelo crime de violência sexual. Robinho e o amigo Ricardo Falco pegaram o mesmo tempo de prisão. O caso está repercutindo nas redes sociais.

Publicidade

Em 2013, Robinho e cinco amigos foram a uma boate em Milão. Na Sio Café, o grupo encontrou uma mulher libanesa, que havia ido ao local com uma amiga para comemorar 23 anos. Ela acusou o grupo de abuso e, nesta quarta-feira (19), a defesa de Robinho fez a última tentativa para absolvê-lo, sem sucesso.

A corte italiana, equivalente ao STF do Brasil, ratificou a condenação. Como o Brasil e a Itália não tem acordo de extradição para cidadãos brasileiros, com base na Constituição de 1988, Robinho pode não cumprir a pena. Se for a países que têm acordo de extradição com a Itália, ele corre o risco de ser deportado.

Publicidade

Robinho, Bolsonaro e TV Globo

Em 2020, vazou áudio em que Robinho dizia que a Globo era uma emissora do Demônio e que Deus daria a vitória para ele no processo. O jogador ainda citou o presidente Jair Bolsonaro (PL), dizendo que, quando fizesse um gol, mostraria uma camisa com a frase “Globo lixo, Bolsonaro tem razão”.

Publicidade

Robinho ficou revoltado com a divulgação do caso pela emissora. À época, ele havia assinado contrato com o Santos. A repercussão negativa foi muito grande. Pressionado por patrocinadores e por parte da torcida, o Santos encerrou o vínculo com o atleta seis dias depois do anúncio da contratação. Robinho não atuou por mais nenhuma equipe.

Publicidade

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!