in

Thaila Ayala conta que enfrentou doença durante a gravidez: ‘Chorava 24 horas por dia’

Atriz publicou um vídeo ,contando sobre os momentos difíceis que enfrentou ao longo de sua gestação.

Instagram thailaayala

Neste domingo (16/01), a atriz Thaila Ayala utilizou suas redes sociais para conversar com seus seguidores sobre sua gravidez e o pós-parto. A atriz é mamãe de primeira viagem e deu à luz ao seu filho em dezembro. O pequeno Francisco é fruto de seu relacionamento com o ator Renato Góes.

Publicidade

Em um vídeo, a artista relatou que antes não se sentia preparada para falar sobre isso, mas após enfrentar e superar muitas dificuldades, pretende ajudar outras mulheres que estão passando pela mesma situação.

No relato, Thaila disse que, quando ficou grávida, compreendeu que um filho muda a vida da mulher totalmente e que, durante a gestação, a mãe encontra medos e dores que não sabia que existiam. “Você nunca tinha ido tão fundo, afinal nada mais profundo, intenso do que gerar outra vida, do que dar à luz a outro ser humano!”, disse a atriz.

Publicidade

No vídeo, a mamãe do Francisco revelou que, durante a gestação, enfrentou uma depressão e ficou cerca de quatro meses na cama, sem se levantar muito e sem se alimentar direito. Segundo a atriz, ela chorava o tempo todo, sentia muita tristeza e uma culpa que não sabia de onde vinha. Ela ainda disse que, apesar dessas dificuldades, ela não estava sozinha; e afirmou que o processo foi necessário para ela se tornar uma mãe mais forte.

Publicidade

Thaila confortou suas seguidoras que estão enfrentando a mesma situação e disse que uma fase e que vai passar. Disse também que esses momentos de dificuldades são importantes para as mulheres resolverem todos os traumas que não foram bem esclarecidos, para se livrarem desses pensamentos e sentimentos ruins e recomeçar a vida. “Pra que você possa construir a sua família! Fiquem em paz, vai passar!”, finalizou a atriz.

Publicidade

Por fim, a artista pediu para os internautas compartilharem a mensagem para alcançar outras mulheres que estão precisando escutar e entender mais sobre esse processo complicado que pode atingir as gestantes.

Publicidade