in

Vídeo: repórter do SBT é intimidada ao vivo por morador; ‘Só saio daqui se a outra equipe sair!’

A jornalista trabalhava na cobertura de um incêndio em um apartamento na manhã desta quinta-feira (13).

Reprodução / TV Aratu

Driele Veiga, repórter da TV Aratu, afiliada do SBT, fazia um link ao vivo durante a cobertura de um incêndio em um apartamento do Edifício Mansão Bois de Boulogne, em Salvador, quando foi intimidada por um dos moradores do prédio que ficou incomodado com a presença da equipe. 

Publicidade

Segundo a jornalista, o homem teria convidado a equipe da RecordTV Itapoan para falar sobre o incêndio, e por isso pediu que a equipe de Driele se retirasse do prédio. Ele chegou a acionar o síndico do edifício solicitando a saída dos profissionais. Mas a repórter afirmou que só sairia do local se a outra equipe também deixasse o prédio.

Publicidade

Em seguida um funcionário do prédio tenta acompanhar a repórter até a saída alegando que não ‘teria sido convidada’. Neste momento Driele conversa com um grupo de moradores que a convida a permanecer no local, ela então continua com a cobertura do caso até ser comunicada que a equipe da RecordTV Itapoan deixaria o local.

Publicidade

Nas redes sociais a jornalista se mostrou indignada com a situação: “Imagine você estar trabalhando numa cobertura de incêndio e ter um morador que quer atrapalhar o seu serviço e beneficiar uma emissora concorrente. O advogado e morador do prédio que pegou fogo na Barra tentou me intimidar. Ele mais que ninguém deveria saber que direitos são iguais” comentou Driele.

Publicidade

Ainda comentando o assunto, a repórter elogiou a equipe da RecordTV Itapoan e acredita que os profissionais não compactuariam com essa proteção. Por fim, Driele desabafou: “Todos eram convidados e todos saíram juntos. Um atrás do outro para não se perder. Me deixem trabalhar em paz, viu? Já disse que meu nome é Driele Veiga e não bagunça. A pois!.”

Durante a confusão a repórter permaneceu no ar por cerca de 10 minutos, confira:

Publicidade