in

Angélica diz que feminismo foi essencial na sua relação com Xuxa e Eliana

As três ficaram amigas muitos anos após serem consideradas rivais na TV.

Instagram

Muita gente ficou surpresa quando, em 2019, Xuxa, Angélica e Eliana publicaram alguns registros delas juntas de alguns encontros que tiveram, principalmente Mara Maravilha, que não recebeu convite. Segundo as três loiras, nunca existiu rivalidade entre elas, embora fizessem programas do mesmo estilo na televisão. De acordo com a esposa de Luciano Huck, a questão do feminismo e sororidade contribuiu para que o trio permanecesse unido.

Publicidade

No seu novo programa na HBO Max, Angélica realiza entrevista com artistas e já recebeu Xuxa e Eliana na atração, em episódios distintos.

Durante a conversa com a apresentadora do SBT, ela falou sobre o fato das duas terem trabalhado na mesma área nos anos 1990 e 2000 e, por causa disso, a mídia e até os telespectadores diziam que elas eram rivais, e competiam uma com a outra por causa da audiência.

Publicidade

Ela ainda contou que não poderia deixar de falar da trajetória delas juntas. Ambas se conheceram como apresentadoras infantis, estavam na mesma emissora por anos, e as pessoas acabaram rotulando elas dessa maneira.

Publicidade

Angélica comemorou que muita coisa mudou desde então, e elas acabaram se aproximando de novo por causa de uma terceira pessoa, que é Xuxa. Para a bela, o responsável maior por toda essa transformação foi o feminismo, a questão da sororidade entre as mulheres, e hoje elas podem celebrar que isso aconteceu.

Publicidade

Eliana concordou dizendo que a maturidade também ajudou muito nisso, e acredita que as suas filhas irão entender melhor esse relacionamento após todo esse movimento.

A mãe de Artur e Manuela também contou que sentia muito o machismo na sua profissão, e que tem aprendido ao longo dos anos a combatê-lo e se sentir mais forte e respeitada como mulher e profissional.

Publicidade