in

Fábio Porchat perde paciência com Theo Becker após post sobre vacinação forçada: ‘Imbecil’

Os ex-funcionários da Record TV protagonizaram uma treta digital no Twitter após post considerado anti vacinação.

Reprodução/Instagram Fábio Porchat e Theo Becker

A pandemia do novo coronavírus já fez milhões de vítimas em todo o planeta e, embora a vacinação esteja avançando em vários países, assim como no Brasil, o número de novos casos vêm batendo recordes, e as fatalidades causadas pela doença ainda seguem deixando famílias enlutadas por toda a parte.

Publicidade

O comportamento de algumas personalidades da mídia nas redes sociais em relação à vacinação e às medidas de segurança contra a propagação do vírus costumam gerar debates e polêmicas na web.

E desta vez, a treta foi protagonizada por dois ex-contratados da Record TV: o ator Theo Becker e o humorista e apresentador Fábio Porchat. Theo, que tem 45 anos, fez uma publicação em suas redes onde insinuou que houveram pessoas “forçadas” a tomarem a vacina. Porchat, que tem 38 anos, perdeu a paciência e não deixou de responder a Becker.

Publicidade

Em enquete, o ator perguntou aos seguidores qual era o status de vacinação deles: se eram vacinados: “arrependidos”, “com medo”, “forçados” ou “todas as alternativas”.

Publicidade

A resposta do apresentador do GNT foi direta ao ex-A Fazenda. Segundo ele, sua situação é “querendo estar longe de gente imbecil“.  Veja a publicação abaixo:

Publicidade

Porchat ainda direcionou o comentário a Becker, afirmando que deseja que ele se vacine o quanto antes para que o período do carnaval não fosse estragado por não vacinados.

No Brasil, quase 150 milhões de pessoas já foram vacinadas completamente contra a covid-19. Recentemente, os noticiários estamparam o debate sobre a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a doença, o que é defendido por especialistas da área da saúde.

Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.