in

Internautas criticam Bolsonaro após apresentadora chorar com criança que perdeu a vida para a Covid

Aline Midlej não conteve a emoção com relato de médico que perdeu a filha de 7 anos para o coronavírus.

Reprodução/GloboNews

A apresentadora Aline Midlej, do Jornal das Dez, da GloboNews, não conteve a emoção ao conversar com o médico Rodolfo Aparecido da Silva, pai da pequena Alícia, de 7 anos, que morreu em janeiro do ano passado vítima do vírus da crise sanitária. A garota morreu em Ribeirão Preto, em São Paulo, após complicações causadas pela infecção respiratória.

Publicidade

No programa, a âncora acabou lembrando da sobrinha que tem a mesma idade de Alicia e disse sentir muito pelo relato dado pelo pai da menina. “Desculpa”, disparou a apresentadora, destacando que sua sobrinha tem a mesma idade da filha do profissional de saúde.

Neste momento, Aline chegou a ir às lágrimas, e, poucos segundos depois, começou a conversar com o médico a respeito da importância de imunizar crianças de 5 a 11 anos contra a doença.

Publicidade

Publicidade

Por meio das redes sociais, internautas se mostraram sensibilizados com o caso de Alicia. “Que depoimento lindo, forte, corajoso”, destacou um usuário das redes sociais ao comentar sobre o relato de Rodolfo, que atua na linha de frente do combate a Covid-19. Outro, destacou que se o depoimento do médico é de uma dor imensurável só de ouvir, imagina o que ele deve estar sentindo.

Publicidade

Para repercutir o assunto, um internauta chegou a criticar o presidente da República Jair Bolsonaro (PL), perguntando como não ter raiva de um mandatário que “ignora e se torna criminoso” com sua postura em meio à pandemia. Outro, disse que só pessoas que perderam entes queridos por causa da demora em comprar imunizantes sabem o que é isso.

Publicidade