in

Ator famoso desabafa sobre luta para assumir homossexualidade: ‘Estava infeliz por dentro’

O ator Marco Pigossi relatou ter vivido 8 anos com o antigo companheiro e, inclusive, que chegou a se distanciar do pai.

Reprodução/Instagram/@marcopigossi

O ator Marco Pigossi, de 32 anos, relatou à revista Piauí, a sua jornada para conseguir assumir sua orientação sexual, jornada essa que, segundo ele, teve início na adolescência e durou até a época em que ele se tornou galã da Globo. Atualmente, o ator mora em Los Angeles e vive um relacionamento sério com o cineasta Marcos Calvani.

Publicidade

Em conversa com o jornalista João Batista Jr., o artista contou que, no passado, chegou a se relacionar com o antigo namorado por oito anos e, inclusive, que se afastou do pai, Oswaldo Pigossi, após as eleições presidenciais de 2018. O pai de Marcos é eleitor do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo o depoimento do ator, em sua casa ele não tinha nenhuma referência homossexual e, em um certo momento, Pigossi diz que chegou a suspeitar de que a sua orientação sexual era algo passageiro.

Publicidade

Na conversa, Marco lembrou que o seu primeiro papel de destaque foi como um homossexual afeminado. E mais, ele chega a confessar que, ao seu ver, não haveria nenhuma possibilidade de se assumir gay na ocasião, isso porque ele ficava aterrorizado com a possibilidade de que as portas se fechariam para ele caso assumisse sua opção sexual.

Publicidade

Marco Pigossi diz que, devido à sua imagem “heteronormativa”, ele chegou a ser chamado para vários papéis de galãs, por isso, acabou ficando preso no papel do mocinho, algo que não fazia feliz; “Estava infeliz por dentro”, destacou o artista, ressaltando que, na época, ele continuava se escondendo.

Publicidade

Pigossi contou ainda que chegou a viver um relacionamento de 8 anos e que os dois chegaram, inclusive, a morar na mesma casa. No entanto, os dois escondiam o relacionamento a todo custo.

Publicidade