in

Ex-BBB acerta números na mega da virada e ganha pela 54ª vez na loteria: ‘não posso reclamar da minha sorte’

Paulinha, que participou do BBB11, ganhou mais uma vez na loteria, e conta como escolhe os números.

Instagram/ Ig

A ex-BBB Paulinha Leite, que participou da 11ª edição, não pode reclamar da sorte. A loira, que tem 34 anos, ganhou mais uma vez no sorteio da virada, sendo essa a 54ª vez que ganha na loteria. A moça acertou 16 quinas de bolões somente desta vez, somando um prêmio de quase 51 mil reais (cada). Vale lembrar que a moça só conta as vezes em que ganha mais de mil reais. 

Publicidade

Segundo a famosa, ela ainda não recebeu o valor do prêmio e nem sabe o que fará com o dinheiro. Ela explicou que a escolha dos números é feita através do que vê em seu dia-a-dia e que os jogos são feitos misturando os números que mais saem ou nem tanto. Ela revelou que gosta muito do 4 e do 14.

Paulinha conta que começou a jogar com 21 anos e o que era hobby, virou uma empresa de apostas em bolões. Ela escolhe os números e usa um sistema para desdobrar os jogos, com combinações diversas. Segundo ela, tudo começou como uma brincadeira de bolão em seu perfil, onde dava dicas de números para os internautas. 

Publicidade

De acordo com a ex-BBB, eles ganharam já na primeira vez quase R$ 42 mil e nunca mais ela parou. Apesar de nunca ter se imaginado trabalhando com isso, ela garante que ama escolher números para a loteria. Paulinha conta que não sabe quanto já lucrou com os jogos, mas revelou que uma vez levou 570 mil de uma vez. 

Publicidade

A famosa já ganhou também na Lotofácil da Independência, R$ 2,7 milhões , prêmio que dividiu com mais de 10 jogadores. Ela revela que investe o que ganha, pois não depende deste dinheiro para se manter. Ela conta que tem uma loja de roupas, além de imóveis alugados e trabalha com publicidade em seu perfil.

Publicidade

Um desses apartamentos alugados é um apartamento que ganhou no BBB. Além do imóvel, ela ganhou no reality um carro e uma moto. Dando risadas, a loira afirma: “não posso reclamar da minha sorte nem um pouquinho”.

Publicidade