in

Zé Felipe toma atitude após ser massacrado por apoiar e seguir Jair Bolsonaro

Cantor filho do sertanejo Leonardo deixou de seguir o presidente no Instagram.

Reprodução Globo / Instagram Zé Felipe

O presidente Jair Bolsonaro (PL) costuma ser um nome controverso entre famosos. Enquanto há alguns deles que o apoiam, há outros que não gostam do chefe do Executivo. Desde as eleições de 2018, Bolsonaro causa discussões entre fãs e famosos nas redes sociais.

Publicidade

Alguns artistas costumam ser cancelados ao opinarem sobre Jair Bolsonaro, seja elogiando, seja criticando o presidente. A bola da vez é o cantor sertanejo Zé Felipe, filho de Leonardo. Vídeo do marido de Virgínia Fonseca declarando apoio a Bolsonaro está repercutindo nas redes sociais.

O vídeo (assista abaixo) foi gravado em 2018, durante as eleições, e Zé Felipe aparece cantando ao lado do pai e de amigos. A letra elogia Bolsonaro e faz chacota com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estava inelegível àquela altura e teve que dar lugar a Fernando Haddad.

Publicidade

Publicidade

Zé Felipe deixa de seguir Bolsonaro

Após a repercussão negativa do apoio de Zé Felipe ao presidente da República, o sertanejo tomou uma atitude radical: deixou de seguir Bolsonaro no Instagram. A decisão do cantor de dar unfollow no presidente repercutiu nas redes sociais.

Publicidade

Em 2018, Jair Bolsonaro foi eleito com quase 58 milhões de votos no segundo turno contra Fernando Haddad. O presidente da República contou grande apoio do segmento sertanejo. Nomes como Zé Felipe, Leonardo, Eduardo Costa, entre outros, apoiaram o então candidato. Antes de se eleger presidente, Bolsonaro havia atuado como deputado federal por muitos anos e ganhou protagonismo após diversas polêmicas.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!