in

Caetano Veloso e esposa testam positivo para Covid, e cantor detona Bolsonaro: ‘desgoverno’

O cantor testou positivo para a doença, após ter recebido as três doses da vacina, e usou as redes sociais para tranquilizar os fãs.

Reprodução/Instagram (Montagem: O Fuxico)

O cantor Caetano Veloso, de 79 anos, revelou ter testado positivo para a Covid-19. Por meio das redes sociais, o cantor, que já recebeu as três doses da vacina contra a doença, afirmou estar bem e assintomático.

Publicidade

No Instagram, o artista ainda afirmou que a esposa, Paula Lavigne, também contraiu a doença e passa bem. E mais, o famoso ainda aproveitou o momento para atacar o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Caetano iniciou sua publicação no Instagram, contando que estava se testando diariamente para poder participar de programas de televisão e, segundo ele, há cinco dias, os dois receberam o diagnóstico positivo para a Covid-19.

Publicidade

O artista disse que tanto ele quanto a esposa estão bem e atribui isso ao fato de já terem sido vacinados. Caetano ainda afirmou que, quem pode, deve fazer o teste da doença e, sobretudo, que toda a população deve se vacinar com as três doses recomendadas pelos órgãos de saúde.

Publicidade

Caetano Veloso ainda pediu para pedir que seus seguidores mantenham os cuidados necessários em meio à pandemia. O cantor destacou que a pandemia da Covid-19 ainda não acabou e, inclusive, que a nova variante que vem se espalhando “é muito contagiosa”.

Publicidade

Ainda em sua publicação, Caetano Veloso criticou o governo Bolsonaro. “Que o Estado brasileiro se livre desse desgoverno”, afirmou. O artista ainda disse ser inaceitável que o governo federal atrapalhe o programa da vacinação de crianças, iniciativa que já foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Vale destacar que esta não é a primeira vez que o cantor tece críticas ao atual governo. Antes disso, durante uma entrevista ao Roda Viva, Caetano Veloso detonou Bolsonaro e ressaltou ser óbvio que muitos homens brasileiros se identificam com o chefe do Executivo, mas que essa ideia de que os brasileiros são alegres, para uma pessoa de sua idade, é algo novo.

Publicidade