in

William Bonner ‘samba na cara’ do governo ao tentar usar app defeituoso ao vivo no Jornal Nacional

O jornalista entrou no app durante o jornal e mostrou as inúmeras falhas que o Conect SUS está apresentando.

Foto: Reprodução/ TV Globo

Na noite desta quinta-feira (23/12), o apresentador William Bonner utilizou o aplicativo Conect SUS durante o Jornal Nacional e chamou a atenção dos telespectadores ao evidenciar várias falhas no aplicativo.

Publicidade

O âncora do Jornal Nacional mostrou que o aplicativo está muito instável, além de ter outros problemas que impedem o uso eficiente da ferramenta que deveria auxiliar os profissionais de saúde e as pessoas que querem ter acesso aos seus dados.

Antes de utilizar o aplicativo ao vivo, o jornalista havia dito que a ferramenta estava funcionando após uma instabilidade que tinha deixado o sistema fora do ar. No entanto, quando o apresentador foi testar o app, não estava carregando as informações e ele não conseguiu ter acesso ao seu registro de vacina.

Publicidade

“Eu preciso dizer que, eu avisei a pouco que voltou o Conect SUS, mas olha, gente, tá girando uma bolinha e não há meio de eu ver o registro da minha vacina”, relatou o contratado da Globo.

Publicidade

Bonner ainda disse que notou alguns problemas no seu registro e que estava incompleto. Ele afirmou que percebeu que no sistema do app apenas constava a primeira e a segunda dose, contudo, estava faltando a terceira dose. Disse também que quando tentou acessar suas informações, o aplicativo demorou para carregar os dados e ele teve que tentar diversas vezes.

Publicidade

O apresentador lamentou a instabilidade do programa do Conect SUS e aproveitou o momento para alfinetar o governo, dizendo que ou o sistema voltou ou o culpado era ele por ter pedido aos telespectadores para tentarem entrar no app. Renata acabou concordando com Bonner e disse que aplicativo está instável.

Por conta disso, Bonner e Renata Vasconcelos ficaram sem graça, pois informaram algo que não procede, já que o aplicativo continua apresentando inúmeros problemas.

De acordo com o Ministério da Saúde, o aplicativo voltou a funcionar nesta quinta-feira (23/12), após 13 dias fora do ar.

Publicidade