in

Após polêmica de estupro, Dayane Mello defende Nego do Borel e afirma: ‘ele não me abusou’

A modelo disse que o cantor foi acusado injustamente e que não aconteceu nada sexualmente.

Foto: UOL/ Divulgação

Após o fim de A Fazenda 13, a modelo Dayane Mello resolveu falar sobre a polêmica que aconteceu no início do reality show, quando o funkeiro Nego do Borel foi expulso do programa após ser acusado de estupro.

Publicidade

Através de suas redes sociais, a ex-peoa escreveu um texto e postou nos stories do Instagram falando sobre a acusação de estupro de vulnerável. A modelo que recentemente voltou para Itália, disse que ao chegar em sua casa teve a oportunidade de rever algumas cenas do programa e ler algumas notícias que saíram quando ela ainda estava confinada e disse que se deparou com muitas coisas que a magoaram.

Dayane disse também que muitas pessoas podem não entender o seu posicionamento, mas ela garantiu que o funkeiro não a abusou e disse que não pode atribuir uma culpa injustamente a uma pessoa que não fez absolutamente nada de errado. “Ele não me abusou, ele não me estuprou. Não aconteceu nada sexualmente”, disse a modelo.

Publicidade

A ex-Fazenda ainda disse que é feminista, mas não será porta voz de um estupro que não aconteceu. Disse também que não vai destruir a vida de Nego do Borel por algo que ele não cometeu.

Publicidade

A modelo disse que está em paz e sabe o que realmente aconteceu naquela noite e frisou novamente que o cantor não a estuprou. A ex-peoa disse que o funkeiro foi julgado injustamente pelo público e disse que não pode deixar ninguém o acusar de ser um estuprador.

Publicidade

Por fim, a modelo pediu para que seus fãs entendam o seu posicionamento e afirmou que não aconteceu abuso sexual e que está muito bem consigo mesma. Dayane também pediu respeito sobre a sua decisão e respeito com a integridade de seu amigo.

Publicidade