in

A motivação diária da médica dermatologista Talita Pompermaier é fazer com que as pessoas encontrem suas melhores versões

A empresária desenvolveu com exclusividade o Protocolo Clear Face com associação de duas tecnologias para o tratamento de melasma.

Reprodução/Instagram

Responsável pelo desenvolvimento de protocolos que ajudaram centenas de pessoas a recuperarem a autoestima, diversas celebridades já foram até o interior do Mato Grosso justamente para buscar o atendimento personalizado e exclusivo de Talita, como David Brazil, Marthina Brandt, Munhoz e Mariano, Kaisser, Raycleiner Kaiser e Carla Prata.

Publicidade

“Um dos melhores momentos do meu dia é ver nos olhos de minha cliente a sensação de paixão por si mesma. Não é apenas o melhor procedimento estético do mundo que eu estou fazendo, eu estou fazendo essa pessoa se amar, eu estou fazendo ela ser mais feliz e estou, de uma maneira ou de outra, ajudando as pessoas em outras áreas das vidas delas. Esse é o lado bom de tanto trabalho”, enfatiza.

Talita Pompermaier é médica formada pela Universidade Anhanguera, especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e com atualização em Harvard Medical School e na Michigan University. A empresária desenvolveu com exclusividade o Protocolo Clear Face com associação de duas tecnologias para o tratamento de melasma e, atualmente, é reconhecida nacional e internacionalmente pelos seus trabalhos. Para 2022, o objetivo de Talita é inaugurar o Instituto Pompermaier na avenida Brasil, em São Paulo.

Publicidade

“Eu sempre digo que se as pessoas não se amarem antes de mais nada, não podem amar a outras e assim por diante. Então não é apenas o melhor procedimento estético do mundo que eu estou fazendo, eu estou fazendo essa pessoa se amar, eu estou fazendo ela ser mais feliz e estou de uma maneira ou de outra ajudando as pessoas em outras áreas das vidas delas. Esse é o lado bom de tanto trabalho”, destaca.

Publicidade

Corajosa, resiliente, determinada e empreendedora, Talita Pompermaier já trabalhou de atendente de caixa em supermercado, já dormiu em cima de pilha de livros enquanto estudava na biblioteca da faculdade e já fez plantões de 60 horas seguidas para guardar dinheiro e conseguir investir na própria empresa. “Tudo é possível para quem acredita nos próprios sonhos”, afirma.

Publicidade
Publicidade