in

Maurílio continua internado em estado delicado e passará a se alimentar por sonda: ‘do nariz até o intestino’

Sertanejo Maurílio segue em estado grave no hospital e tem alimentação por sonda.

Instagram Luísa e Maurílio

O cantor Maurílio continua internado em estado grave depois de ter sofrido três paradas cardíacas. Conforme o novo boletim disponibilizado pelo hospital, o músico apresentou uma pequena melhora em seu quadro e gradualmente os médicos estão diminuindo a medicação utilizada para que ele se mantenha estável.

Publicidade

Segundo a nota emitida, Maurílio continua internado na Unidade de Terapia Intensiva-UTI, sua situação ainda é grave, apesar da melhora em seu quadro clínico. Ele já apresentou alguns sinais de atividade neurológica desde que chegou no hospital. ”Segue fazendo hemodiálise, e está reagindo de maneira positiva a terapia até então”, diz parte da nota sobre o artista.

Devido à melhora clínica, a equipe médica também possibilitou que agora ele se alimente através da sonda. Maurílio apresentou também uma evolução significativa em seus sinais vitais, possibilitando diminuir o medicamento para controlar a pressão arterial e também o respirador. ”A sonda que será introduzida vai do nariz até o intestino, com uma dieta apropriada para essa via”, enfatiza outra parte da nota.

Publicidade

A dupla de Luísa sofreu três paradas cardíacas enquanto estava na gravação do DVD devido a um tromboembolismo pulmonar, que acontece quando uma artéria do pulmão fica obstruída, fazendo com que o sangue fique coagulado no local.

Publicidade

Na noite do último dia 16, a ex-participante do BBB21, Marcela Mc Gowan, namorada de Luísa, demonstrou estar revoltada depois que o deputado federal Eduardo Bolsonaro deu a entender que o sertanejo estava em estado grave na UTI, pelo fato de ter tomado a vacina contra o Coronavírus.

Publicidade

O herdeiro de Jair Bolsonaro compartilhou duas fotos em seu perfil no Instagram, uma do mês passado, na qual mostra o cantor se imunizando, e outra recente, que falava sobre a sua internação em estado grave. Ao tentar relacionar às duas situações, o parlamentar escreveu que todos iriam dizer que se trata de apenas ‘mais um caso isolado’.

Publicidade