in

Sofrendo paranoias e afundado nas drogas, Whindersson Nunes conta que quis se internar, mas não foi por Luísa Sonza

Em seu livro, o comediante contou ter vivido momentos difíceis, após o fim do seu casamento com a cantora Luísa Sonza.

Instagram: @luisasonza / @whinderssonnunes

O humorista Whindersson Nunes chocou os fãs com revelações que fez em seu livro, Vivendo Como um Guerreiro, lançado recentemente pela editora Serena. Um dos trechos da obra que mais repercutiram foi quando relatou momentos difíceis que viveu durante a pandemia, época em que contou ter se afundado nas drogas e álcool. O comediante disse ter sofrido com paranoias e, inclusive, que chegou a desconfiar dos próprios amigos.

Publicidade

Whindersson Nunes relatou ter usado alguns tipos de drogas e ressalta ter acreditado que perderia tudo o que conquistou ao longo de 10 anos de canal no YouTube. O livro ainda revela que o humorista pensou em se internar, mas acabou sendo desaconselhado por alguns de seus amigos.

Na época, Whindersson e Luísa haviam acabado de anunciar o divórcio e, segundo seus amigos, caso ele se internasse, seria “um prato cheio para a mídia”. Com a internação, Luísa Sonza poderia sofrer ainda mais ataques do que sofreu após anunciar o fim do seu casamento com o youtuber.

Publicidade

Nunes disse ter sentido muito medo de que essa fase ruim [dependência química] pudesse voltar, por isso, pensava que deveria se internar. Ele destaca que só não procurou ajuda médica em uma internação, por medo de que as pessoas culpassem a sua ex-mulher.

Publicidade

Ainda em seu livro, o youtuber contou ter passado noites e mais noites em claro. Ele relata uma sensação de descontrole que sentiu durante o período mais complicado do seu vício. Nunes disse que chegou uma época em que o seu cérebro estava “derretendo” e ele mal dormia, virando a todo o momento de um lado para o outro. Mesmo diante de momentos difíceis, Whindersson Nunes ainda destaca que “poderia ter sido pior”.

Publicidade
Publicidade