in

Doença que motivou 3 paradas cardíacas de Maurílio leva casos ao falecimento súbito; médico explica problema

Sertanejo passou mal na noite da última terça-feira e, desde então, segue internado em estado grave.

reprodução: diário do nordeste / hcfmb unesp - fotomontagem por manuella

Na noite da última terça-feira (14), o cantor sertanejo Maurílio, da dupla Luiza e Maurílio, passou mal enquanto fazia uma participação na gravação do DVD “Não é o fim do mundo”, de Zé Felipe e Miguel. A dupla da qual o cantor faz parte eternizou o sucesso “S de saudade”, que esteve por muito tempo nos topos das plataformas de streaming musicais. O cantor foi levado às pressas ao hospital e, de acordo com a cunhada de Luiza, sofreu três paradas cardíacas.

Publicidade

Maurílio foi internado e assim segue em estado grave em um hospital da cidade de Goiânia. O cantor foi diagnosticado com tromboembolia pulmonar, doença que, de acordo com Wandervam Azevedo, médico responsável pelo cantor, obstrui os vasos da artéria pulmonar.

Dessa forma, a obstrução é responsável por gerar um coágulo que pode ir em direção ao pulmão, coração ou cérebro, comprometendo o funcionamento desses órgãos.

Publicidade

Wandervam afirmou, ainda, que a doença pode levar à morte súbita em 25% dos casos. Para o especialista, o caso de Maurílio é, provavelmente, genético. As hipóteses de que a tromboembolia tenha relação com um acidente automobilístico sofrido pelo cantor em 2020 ou com a Covid-19 foram descartadas pelo médico.

Publicidade

Atual estado do cantor

Publicidade

Nesta quinta-feira (16), o médico responsável pelo caso emitiu um boletim em que informava que o estado do cantor continuava sendo considerado grave. Assim, o sertanejo continua na UTI, mas já teve melhora em seu quadro respiratório e clínico. A família aguarda resultados de exames para saber se Maurílio precisará ser submetido a hemodiálise.

Publicidade